Renting Tecnológico ou compra de tecnologia: Saiba as diferenças

Renting Tecnológico ou compra de tecnologia: Saiba as diferenças

Quando decide renovar a tecnologia da sua empresa de certo que a sua primeira opção é comprar os equipamentos que necessita, no entanto recorrer ao Renting Tecnológico oferece-lhe outras vantagens que provavelmente ainda não considerou, desde melhores resultados económicos, produtivos e até fiscais.

Há vários motivos pelos quais pode chegar à conclusão que necessita renovar a tecnologia da sua empresa. Tecnologia desatualizada, computadores mais lentos, contratação de novos colaboradores, abertura de um novo escritório, entre muitos outros. Seja qual for o motivo, no momento em que decide que vai adquirir nova tecnologia terá duas opções à sua disposição: a compra ou o aluguer dos equipamentos.


Talvez a primeira opção que lhe ocorra seja a compra dos equipamentos que necessita, uma vez que mantém a propriedade dos bens. Mas já pensou que também pode recorrer ao aluguer de longa duração ou Renting Tecnológico e usufruir de benefícios muito superiores à propriedade dos equipamentos?


Neste artigo poderá consultar as várias vantagens fiscais do Renting Tecnológico, no entanto este serviço apresenta muitos mais benefícios para a sua empresa, desde melhor gestão de tesouraria, maior produtividade dos colaboradores e até menores custos energéticos.


Para o ajudar a tomar as melhores decisões, preparamos este documento em que abordamos as diferenças entre o Renting e a compra da tecnologia.
 

Renting tecnológico VS Compra de tecnologia


Maior poder de compra e controlo de custos VS Capital disponível alocado à compra: 
Através do Renting, a sua empresa usufrui dos equipamentos que necessita mediante o pagamento de rendas mensais, deste modo terá maior controlo dos custos alocados à tecnologia, sendo que ainda poderá dispor de capital para alocar a outras áreas. Caso decida comprar os equipamentos, o capital necessário poderá ser muito superior e exclusivo para o propósito de adquirir estes equipamentos, deixando menor margem para investimento noutras áreas.


Fluxos de pagamento previsíveis, melhor cash-flow e liquidez VS Gestão de tesouraria menos eficaz: 
Ao optar pelo Renting Tecnológico, pode contar com rendas fixas e periódicas durante todo o período do contrato, o que lhe permite prever as despesas que terá de assegurar, proporcionando um melhor cash-flow e liquidez. Com a compra de tecnologia, poderá estar a despender de capital necessário para investir noutras áreas da empresa ou para dar resposta a gastos inesperados, pelo que dificulta a gestão de tesouraria, sem a previsão de despesas.


Mais capital para investir noutras áreas VS Limita o potencial crescimento da empresa:
Através do Renting terá acesso a mensalidades reduzidas para usufruir dos equipamentos, logo terá mais capital remanescente para investir em áreas essenciais para o crescimento do negócio, como por exemplo, na formação dos colaboradores ou na comunicação e divulgação da sua empresa. Com a compra de tecnologia, é necessário aplicar uma quantidade significativa de capital a essa ação o que, eventualmente, limita o desenvolvimento da empresa noutras áreas.


Adequado para qualquer orçamento VS Limitado com orçamentos reduzidos:
Por implicar uma menor aplicação de capital, o serviço de Renting é adequado para qualquer orçamento, pois pode estender o contrato pelo tempo que preferir (12 a 60 meses), dependendo do tipo de equipamento, o que reduz o valor mensal. Pelo contrário, ao comprar tecnologia vai ter de adequar o investimento ao orçamento disponível ou recorrer a crédito, podendo esta última opção não ser o cenário ideal. 

Equipamento de substituição em caso de avaria VS Interrupção do trabalho em caso de avaria do equipamento: 
Quando acontece o infortúnio de um dos equipamentos avariar, se optou pelo serviço de Renting da Aplic, um equipamento de substituição igual ou semelhante será entregue para ser usado durante o período de reparação. Em contrapartida, se comprou os equipamentos, poderá ter que comprar um novo para substituir o que avariou ou recorrer à reparação do mesmo, o que poderá implicar que o colaborador que usa o equipamento fique sem trabalhar durante esse período.


Facilidade de upgrades periódicos VS Requer mais capital disponível para um novo upgrade:
Por ter a opção de, no final do contrato de Renting, devolver os equipamentos antigos e renovar o contrato para novos equipamentos, tem a possibilidade de escolher modelos mais recentes e sofisticados o que permite que a sua empresa se mantenha a par da mais recente tecnologia. Se adquiriu os equipamentos através da compra e necessita de fazer o upgrade para alternativas mais avançadas, terá que dispor de mais capital, caso pretenda voltar a comprar para substituir os equipamentos, ou poderá ser uma boa oportunidade para aderir ao Renting.
 

Custo 100% dedutível do IRC e IVA VS Apenas 25% dos gastos podem ser deduzidos no ano da compra:
Do ponto de vista fiscal, o Renting tem o mesmo tratamento que é aplicado à locação operacional de bens, o que significa que reduz a carga fiscal da sua empresa com a integral aceitação fiscal no IRC (Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas) das rendas pagas como gastos do período de tributação; e, quando possível, a dedutibilidade do IVA suportado nas rendas (quando não é possível, tem um menor impacto na tesouraria, uma vez que é distribuído pela duração do contrato, incluído em cada uma das rendas). Já na compra da tecnologia, apenas pode deduzir 25% do valor gasto no IRC no ano da compra, sendo o restante distribuído pelos 3 anos seguintes, o que tem impacto no balanço anual da empresa.


Equipamentos recentes para acompanhar ou ultrapassar a concorrência VS Equipamentos ficam rapidamente obsoletos com a evolução tecnológica:
Como mencionado no ponto 6, por ter a opção de, no fim do contrato de Renting, realizar um novo contrato com equipamentos novos e mais recentes, consegue manter o seu parque tenológico atualizado o que permite à sua empresa acompanhar a evolução tecnológica e crescer, sendo que, assim, mantém-se ao nível da concorrência ou até ultrapassa. Com a rápida evolução tecnológica, as empresas que optam pela compra dos equipamentos, poderão de ter de fazer investimentos mais frequentes para manter o parque tecnológico atualizado.


Amigo do ambiente e da empresa VS Tecnologia antiga consome mais energia:
Pelo facto de escolher equipamentos recentes, que são energeticamente eficientes, optar pelo Renting Tecnológico permite reduzir o consumo de energia e, assim, poupar na fatura, além do mais, quando renova o seu parque tecnológico com um novo contrato de Renting, os seus equipamentos antigos serão aplicados a outros propósitos como em escolas ou instituições de caridade, o que promove a economia circular. Por outro lado, ao escolher a compra de tecnologia, quando esta fica antiquada e obsoleta, acaba por deixar de ser eficiente, o que faz aumentar o consumo de energia da sua empresa.


Todos os anos, o preço das novas tecnologias continua a aumentar. Empresas como Apple e Samsung lançam inovações tecnológicas, o que implica que os preços acompanhem essa evolução. Se para o público em geral pode tornar-se difícil acompanhar essa evolução, esse problema é ampliado para as empresas. É por este e por todos os motivos acima mencionados que, na Aplic, acreditamos que o Renting é, sem dúvida, uma alternativa viável para as empresas que pretendam manter-se na vanguarda da tecnologia, mantendo a sua tesouraria estável.


Teremos todo o gosto em falar consigo para esclarecer as suas eventuais dúvidas. Os nossos gestores de cliente, especialistas em Renting, irão procurar a melhor simulação, à medida das necessidades da sua empresa, quer em preço, quer em quantidade de equipamentos.